Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Preparamos para viver a Quaresma! (Veja a programação para a Quarta-feira de Cinzas, dia 18)

Quaresma: “Ao Pai voltemos, junto andemos,  eis o Tempo de Conversão”

Romeiros/as, devotos/as, de São Francisco das Chagas de Canindé, PAZ E BEM!

Estamos nos aproximando do tempo quaresmal, e a Liturgia nos leva a refletir e viver: “Eis o tempo de conversão, eis o dia da Salvação, ao Pai voltemos juntos andemos, eis o tempo de conversão”. O convite é feito na Quarta-feira de Cinzas a toda comunidade de discípulos e missionários do Mestre Jesus, iniciando uma caminhada de 40 dias que visa a grande noite Pascal, da Vitória da Vida (Jesus) sobre as forças da morte.

Na Bíblia esse número lembra o jejum de 40 dias feito por Jesus; 40 anos do povo de Deus no deserto; 40 dias de Moisés no Monte Sinai; 40 dias em que Golias desafiou Israel, até o pequeno Davi o enfrentar, 40 dias em que Elias foi fortificado pelo pão cozido sob cinzas e água chegando assim ao Horeb, o monte de Deus e os 40 dias em que Jonas pregou a penitência na cidade de Nínive.

Quaresma então significa 40 dias de preparação para o grande acontecimento da humanidade: A Paixão, Morte e Ressurreição do jovem pregador de Nazaré, o mesmo que o Pai do Céu constituiu Cristo e Senhor. Nesta caminhada, alguns elementos nos ajudam a fazer uma concreta experiência de conversão: oração, jejum e caridade. Tempo oportuno para revermos nossa prática batismal. O sacramento do batismo deve gerar em nós, a continua conversão, uma verdadeira mudança de mentalidade, de direção!

Neste sentindo, São Francisco das Chagas nos ensina com seus escritos um verdadeiro caminho de penitência e conversão à Palavra do Senhor e seu Santo Modo de Operar.

Concluo citando dois grandes liturgistas brasileiros, Irmã Penha Carpanedo e Pe. Marcelo Guimarães: “Celebrar a Quaresma é festejar o refazer a aliança de Deus com a gente que o nosso pecado e negligência romperam. É renunciar a nossos instintos egoístas e abrir-nos mais ao plano do Deus da Vida. Celebrar a Quaresma é intensificar a oração, o jejum e a caridade, para vivermos mais consagrados ao Deus que nos reconciliou com Ele… é deixar-se conduzir ao deserto, para que o Senhor nos fale ao coração”.

Que esta vivência quaresmal nos torne pessoas mais comprometidas com a vida.

Paz e Bem!

Programação da Abertura da Quaresma no Santuário de Canindé

Quarta-feira de Cinzas, dia 18 de fevereiro de 2015

Celebrações na Basílica e Quadra da Gruta:

6h, 9h, 16h e 18h – Celebração das Cinzas, início da caminhada quaresmal

Fonte: Jornal O Santuário. Colaboração: Frei Erivaldo Valdomiro da Silva, OFM

2 respostas

    1. Paz e bem,
      Olá Rangel,

      De fato faltou essa informação.
      Agradecemos a atenção, e estaremos fazendo
      essa correção para próximas notícias.

      Att,
      Equipe de Comunicação do Site Santuário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *