Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Paróquia de São Francisco celebra dia Pentecostes com Vigília e Santa Missa

Adoração Eucarística na Vigília de Pentecostes

Hoje, dia 04 de junho, celebramos o dia de Pentecostes, data que marca o término do tempo da Páscoa de Cristo. A Paróquia São Francisco das Chagas também realizou a Vigília de Pentecostes, na Igreja de Nossa Senhora das Dores, com a abertura às 22h do dia 03 e concluiu com Santa Missa às 5h da manhã, de hoje (04). Até às 4h30 da madruga, grupos de pastorais se revezaram e adoraram ao Santíssimo Sacramento.

Missas no Santuário-Basílica no Dia de Pentecostes: 7h; 9h; 11h; 16h e 18h

Fonte: [email protected] Foto: Arquivo da Paróquia.

Saiba mais…

Pentecostes: O nascimento da Igreja Missionária

Cinquenta dias após celebrarmos a Ressurreição de Jesus, somos convidados a rezar a Solenidade de Pentecostes. Na liturgia, com a celebração de Pentecostes, se encerra o tempo pascal e retomamos o tempo comum, tempo de rezar a vida pública de Jesus e a nossa missão como seus discípulos.

Antes de receberem o Espírito Santo, a força do alto, os discípulos não passavam de um grupo paralisado pelo medo. Ser discípulo apenas para assistir o que Jesus fazia, era uma atitude muito cômoda. Após a Ascensão os discípulos ficaram meio que perdidos, pois não sabiam o que fazer e nem como fazer e se perguntavam? Quem irá agora anunciar o Reino? Quem irá evangelizar os pobres? Quem irá acolher os pecadores? Quem irá consolar os tristes? Quem irá partilhar o pão? Quem irá cuidar dos doentes e abandonados? Enquanto Jesus estava com eles, era Jesus quem realizava estes gestos de amor.

Por isso, Pentecostes marca o nascimento da Igreja missionária, quando os discípulos vão compreendendo que agora são eles que devem continuar os gestos de amor de Jesus neste mundo. Agora são os lábios dos discípulos que tem que anunciar o Reino. São as mãos dos discípulos que tem que partilhar o pão. E é o coração do discípulo, que se revestiu do amor de Cristo, que irá continuar oferecendo amor para manter a esperança de vida.

Reprodução: A12.com

Veja mais Notícias Destaque!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *