Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Comédia teatral conta a história “A Lenda do Santo Vivo”, para os romeiros

Grupo Xique-Xique apresenta peça teatral no patamar da Basílica de Canindé

A peça “A lenda do Santo Vivo” é uma obra do poeta Gonzaga Vieira, que retrata um apanhado de histórias que envolve a devoção popular a São Francisco de Canindé e a cultura do povo nordestino.

Contata em forma de comédia, a peça atrai um grande número de romeiros que param assistir no patamar da Basílica, sempre pela manhã no horário das 8h às 9h, ou seja, no intervalo das missas que acontecem no Santuário. O modo engraçado aborda muitas curiosidades que acontecem na romaria, como as promessas dos devotos ao Santo de Canindé, a lenda da menina perdida, a história dos frades franciscanos. A atuação é feita pelo Grupo de apresentações culturais “Xique-Xique”, sob a responsabilidade do artista Magno Calisto.

Outro responsável pela a peça é a produtora Fátima Leonor, que nos conta a alegria de participar de mais um ano da Festa de São Francisco, levando de forma descontraída e engraçada a história desta forte devoção franciscana em Canindé.

Ouça o áudio sobre a peça com Fátima Leonor – Peça de Teatro – A lenda do santo vivo

“Santo Vivo”: na conclusão da peça teatral, fica marcado que realmente São Francisco está vivo no coração do povo, que ele se faz presente em Canindé, e vive neste solo nordestino, marcado pela fé.

Veja algumas imagens da apresentação:

Fonte: Equipe de Comunicação do Site Santuário (www.santuariodecanindecom). Texto: Eva Santos. Fotos: Arquivo da Paróquia (por Rogério Sales).

Veja mais Notícias Destaques!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *