Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Caminhadas a Canindé: Romaria Dom Joaquim completa 61 anos

Romaria caminhada com amor e fé

‘’De longe, distante, tangidos por fé, de todos os lugares chegam a Canindé’’.

As romarias organizados já começam a chegar na cidade de Canindé.

De acordo com o coordenador do Serviço de Acolhimento ao Romeiro, Rodesio Silva, as romarias a pé começaram a chegar no dia 28 de setembro.

Acolhida as romarias no festejo

No dia 29 de setembro, foram acolhidas três caminhadas, a “Pio XII”, a “32ª Romaria Nogueira Aciole”, caminhando com São Francisco e uma das mais tradicionais da história, a “Dom Joaquim” que completa 61 anos de história de fé e devoção.

Romaria Dom Joaquim

Nesse domingo (30) dando sequência ao calendário de peregrinações, será a vez da Romaria Luciano Cavalcante, Caminhada com amor e fé, Romaria São Francisco e as motos romarias de Guaramiranga na sua 14ª edição e ainda a de São Gonçalo do Amarante.

No dia 1º de outubro, chegam ao santuário as romarias Paz e Fé, a Caminhada com Fé, e a Romaria Demócrito Rocha.

Já no dia 02 de outubro, entram na cidade a romaria Amigos de São Francisco, 7ª Romaria Nossa Senhora de Lurdes e a tradicional romaria de Codó no Maranhão.

Fechando o calendário no dia 03 de outubro, a 32ª Caminhada da Paz e Romaria Maria Salgado.

Um traço que se destaca na cultura tradicional em Canindé, são as romarias: a pé, de bicicleta, a cavalo, de charrete, de motos, de carro, em ônibus fretados ou de carreira. Acontecem durante todo o ano apresentando, ciclicamente, grandes picos que chegam a demandar ações especiais dos Departamentos de Trânsito.

Romaria Dom Joaquim

Quando a pé os romeiros se auto intitulam caminheiros, e seguem sós, em duplas, ou em grupos. Dentre os que seguem sós alguns podem arrastar cruzes por uma distância algumas vezes superior a 100 quilômetros. Há caminheiros que se organizam em grupos que peregrinam regularmente, alguns destes beirando os 50 anos, ou mais, de caminhadas.

São também numerosas as romarias com organizações internas, que chegam a ser complexas em alguns casos, verdadeiras instituições que congregam grande número de afiliados e que peregrinam regularmente, destacando-se dentre estas, as romarias a cavalo, que apresentam maior nível de organização e complexidade. Estas Romarias são, via de regra, uma convergência de expressões culturais com variedade de elementos convergentes (alimentos, indumentárias, sincretismo religioso).

As romarias ou peregrinações parecem ser um fato cultural antigo e comum a povos de motivações religiosas divergentes. Caracterizam-se por viagens, individuais ou em grupos, a lugares sagrados, especialmente quando em visita a uma relíquia. Têm o fim de cumprir um voto (agradecer) ou obter uma graça.

Confira algumas imagens de romaria na Basílica:

HORÁRIOS DAS MISSAS: 

Basílica / Quadra da Gruta: 5h, 7h, 9h, 11h e 16h

Mosteiro das Irmãs Clarissas: 6h

Igreja de Cristo Rei (Monte): 6h (após a via-sacra)

Igreja das Dores: 8h, 10h – dos dias 30/setembro a 03/outubro, e às 15h dos dias 1º a 03/outubro

NOVENÁRIO

Às 18h, na Praça dos Romeiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *