Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Salve ó Francisco

Salve ó Francisco – Adaptação de Talmo

Salve, ó Francisco, que do pé das fragas,/ Vens assinalado/ de sagradas chagas.

CHEIO DE AMOR/CHEIO DE AMOR/ AS CHAGAS TRAZES / DO SALVADOR.

E ninguém sabia/já dizer com veras/se eras Francisco ou se Cristo eras.

Naquelas alturas/ásperas ermidas/ em ti Santas Chagas/ foram esculpidas.

Quando tu oravas com tão grande ardor/ quando tu choravas/ com tão grande dor.

E com a presença/ do teu Redentor/ todo monte viu-se com grande esplendor.

O olhar potente/ do Senhor eterno/ encheu-te a alma/ de amor supremo.

As divinas chagas/ de amor sinais/ logo em ti formaram/ outras bem iguais.

E que  maravilha/ ser já transformado/ teu corpo e alma no Deus humanado.

De suas grandezas/ tu trazes o selo/ semelhante a Cristo/ és como modelo.